diary

midnight in paris

Dei por mim a apegar-me de novo a ti. Mesmo sem saberes deixei-te pairar no meu dia-a-dia, com as tuas palavras e com os teus cafés de bom dia. Com o teu sorriso malandro e com os teus olhos verdes. E de repente sou outra vez a miúda envergonhada que andava de sk8 para te impressionar, e tu és novamente o miúdo que chutava as pedras no chão com medo de olhar para mim. Mas já nenhum de nós anda de sk8.
Arruínaste-me como da primeira vez e eu deixei.

Standard

One thought on “midnight in paris

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.